2 Broke Girls 5ª Temporada Torrent Cinefiando | Filmes Mag Torrent Download De Filmes E Séries Em HD, 720p, 1080p, 3D
Inicio » » Cinefiando

Cinefiando

CINEFIANDO CRÍTICA: O HOBBIT – UMA JORNADA INESPERADA

Hobbit torrent

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

(The Hobbit: An Unexpected Journey)

Ano: 2012

Gênero: aventura

Mídia: cinema

Trailer

Crítica por  Thiago Mendes.

Após anos de indefinição, seguidos adiamentos, e até mesmo o risco de cancelamento definitivo, finalmente uma estreia muito esperada torna-se realidade.

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada é a primeira parte da nova trilogia adaptada a partir da obra do autor inglês J.R.R. Tolkien (1892-1973). Desta vez as ações acontecem décadas antes da demanda do Anel,

retratada nos três episódios de O Senhor dos Anéis (2001, 2002 e 2003).

Mais uma vez sob a direção e produção de Peter Jackson, e aos cuidados da mesma equipe responsável pelo sucesso da trilogia anterior, O Hobbit conta como Bilbo Bolseiro (Martin Freeman – O Guia do Mochileiro das Galáxias, 2005), um típico hobbit, pacato e recluso, toma parte na longa e árdua missão dos anões, que com a ajuda do mago Gandalf (novamente interpretado por Ian McKellen), planejam reconquistar sua antiga cidade-fortaleza, Erebor. É durante essa inesperada jornada que o “Um Anel” cruza com os caminhos de Bilbo, para anos mais tarde desencadear tudo o que se viu na trilogia do Anel.

Depois dos imbrólios judiciais* envolvendo Peter Jackson, familiares de Tolkien e a New Line Cinema – braço da Warner responsável por O Senhor dos Anéis – que tanto atrasaram a adaptação de O Hobbit, o diretor parece querer recompensar os fãs da saga (e arrecadar mais, é claro), ao ampliar de duas para três partes a nova produção. Ainda assim, mantendo em torno de 3 horas a duração de cada uma delas, o que, em termos comerciais, pode ser uma faca de dois gumes. Entenda: enquanto os três filmes da saga do Anel, também com cerca de 3 horas de duração cada, foram adaptados a partir das mais de 1200 páginas da obra original, O Hobbit mal ultrapassa 300 páginas. Conclui-se, portanto, que poucos trechos ficarão de fora da versão cinematográfica.

Ou seja, se por um lado os fãs serão brindados com a riqueza de cenas e maior fidelidade à obra original, por outro lado os menos aficionados, ou que não tiveram contato com a trilogia anterior, podem se incomodar com a extensão de determinadas sequências e diálogos, muitos deles justificados pela presença de personagens que depois estarão diretamente envolvidos na demanda do Anel.

No entanto, nada tira o brilho da excelência visual e sonora mais uma vez alcançada por Jackson e equipe. Mérito, também, para a montagem do elenco, que volta a reunir nomes importantes da trilogia anterior. Além do já mencionado Ian McKellen (Gandalf), temos Cate Blanchett (Galadriel), Hugo Weaving (Elrond), Christopher Lee (Saruman), e o talentoso Andy Serkis, que mais uma vez dá vida ao asqueroso e solitário Gollum. Há, ainda, a participação de Elijah Wood (Frodo) e Ian Holm (Bilbo aos 111 anos de idade).

Uma Jornada Inesperada pode não estar à altura das aventuras que o precederam, mas é composto por diversos grandes momentos, sequências espetaculares, diálogos interessantes e bem-humorados, além da ideia latente de que por menor e insignificante que, equivocadamente, volta e meia acreditamos ser, temos um papel decisivo a cumprir, se não na história do mundo, simplesmente em nossa própria história. O que não é pouca coisa.

Recomendado!

Nota: 8,0


* Em 2005 a produtora de Peter Jackson, Wingnut Films, moveu processo contra a New Line Cinema alegando não ter recebido parte dos lucros obtidos pela primeira parte da trilogia O Senhor dos Anéis. Entraram em acordo no final de 2007.

Em 2008 foi a vez dos parentes de Tolkien processarem a New Line pelo mesmo motivo. Firmaram acordo em setembro de 2009.
# Compartilhar :

0 comentários:

Postar um comentário

« Pagina Anterior Proxima Pagina » Página inicial